Cresce foco da indústria na produção de cosméticos seguros

Consumidor está mais atento ao que consome. Dra. Maria Inês Harris, do Instituto Harris, elenca medidas para escolher itens de marcas que apostam no conceito de "beleza limpa" e prezam pela excelência


Produtos cosméticos com ingredientes tóxicos infelizmente ainda circulam no mercado brasileiro, colocando em risco a saúde dos consumidores. Potencialmente perigosos, existem componentes que têm chances consideráveis de desencadear desde reações alérgicas até outros problemas graves no longo prazo. Diante da probabilidade de toxicidade dos cosméticos, a garantia de segurança nas formulações ganha, a cada dia, maior importância para o consumidor, e já é uma realidade para as indústrias que se preocupam com o bem-estar das pessoas.

"O consumidor está mais informado, cuidadoso consigo e com o meio-ambiente. As indústrias de referência investem cada dia mais no desenvolvimento e produção de cosméticos seguros e bem formulados", explica a Química Ph.D. Dra. Maria Inês Harris, Diretora Executiva do Instituto Harris, exclusivamente voltado à avaliação de segurança dos ingredientes e produtos cosméticos.

Segundo a especialista, a primeira medida para o usuário se certificar sobre o controle de qualidade dos componentes de um produto é ler seu rótulo. É importante salientar que a pesquisa sobre os componentes dos cosméticos deve ser realizada de forma imparcial e cética, já que há muitas informações não validadas publicadas na internet. Quem quiser conferir a segurança dos ingredientes e formulações cosméticas pode baixar o app Cosmetopeia, do Instituto Harris, disponível para Android e, futuramente, para iOS www.harris.com.br/cosmetopeia.

"Não é preciso ser expert em cosmetologia para pesquisar sobre a toxicidade dos ingredientes, no entanto, é necessário ter atenção com conteúdos disseminados de forma distorcida na web. É recomendável acessar as informações sobre a marca, os cuidados e o comprometimento que ela tem com saúde, sustentabilidade e meio ambiente", aconselha a especialista.

A quantidade ou concentração dos ingredientes na formulação faz diferença na hora de definir se um cosmético é seguro. Isso porque as dosagens de componentes e cálculos para formulação das substâncias são determinantes para que uma composição seja, ou não, tóxica. Componentes geralmente conhecidos como "não tóxicos" e comuns podem causar danos, se utilizados em doses inadequadas, bem como alguns considerados nocivos, em dosagem segura, podem causar nenhuma toxicidade.

Vale investir em marcas conceituadas, que buscam os ingredientes e certificações de qualidade e segurança para seus produtos. "Existem produtos que estão à venda por valores muito baixos, que apresentam componentes tóxicos, impuros e de baixo custo. Isso ocorre porque a tecnologia utilizada para desenvolver cosméticos com ingredientes limpos e formulações de excelência pode ser complexa e mais onerosa do que os recursos empregados para criar produtos potencialmente tóxicos", justifica a Dra. Harris.

Sobre a Dra. Maria Inês Harris – Diretora Executiva do Instituto Harris, a Dra. Maria Inês Harris é Química, com Ph.D. em Química (UNICAMP) e Pós-Doutorado em Toxicologia Celular e Molecular de Radicais Livres (UNICAMP) e em Lesões de Ácidos Nucleicos (CNRS, França) e é certificada no curso "Avaliação da Segurança dos Cosméticos na UE" (Universidade de Bruxelas, Bélgica). Atuou como gerente técnica de Pesquisa Clínica na Allergisa Pesquisa Dermatocosmética, gerente de segurança de produtos da Natura e especialista em métodos HPLC (High Performance Liquid Chromatography) na Alcon Laboratórios. Também foi professora do Curso de Especialização em Cosmetologia das Faculdades Oswaldo Cruz (São Paulo) por 19 anos e coordenadora de Pesquisa Institucional da Universidade Bandeirantes (atual Anhanguera) no Brasil. É autora dos livros "Pele - Estrutura, Propriedades e Envelhecimento" e "Pele – do Nascimento à Maturidade".
Sobre o Instituto Harris – Exclusivamente voltado à avaliação de segurança dos ingredientes e produtos cosméticos – desde seu desenvolvimento até a produção –, assim como à consultoria científica e aos programas de treinamento e capacitação profissional relacionados às Boas Práticas da Fabricação (BPF), o Instituto Harris é referência em serviços de avaliação de riscos. Sua equipe experiente oferece suporte às atividades de criação de ativos e de produtos cosméticos desenvolvidos sob os mais altos critérios de segurança, sem o uso de testes em animais, para empresas nacionais e internacionais. Para mais informações, acesse o site, FB, Instagram e Youtube, ou entre em contato pelo tel. (11) 3129-5398 ou e-mail contato@harris.com.br.
Informações à mídia: Agência Comunicado.

Gostou?  Veja também...

- Por que evitar cosméticos com ingredientes de origem animal ou que são testados em animais?
- Como usar Babosa no Cabelo: receitas de Óleo, Esfoliante Capilar, Tônico, Leave-in
- Curso Grátis de Cosméticos Naturais

Me acompanhe:
@aninhacarolina no Instagram!
Sereiando no Facebook!

Conheça as franjas que são tendência este ano e descubra qual combina mais com você

Especialista da Ikesaki, rede de hiperlojas do profissional de beleza, indica os estilos  que estão em destaque e os perfis que mais combinam com cada um 


As franjas que foram hit há pouco mais de 40 anos voltaram, gradualmente, a entrar no gosto das brasileiras. E elas têm demonstrado que não dão, necessariamente, um ar infantil. Na verdade, as franjas podem combinar com vários estilos de cabelo, rosto e personalidade. Por isso, as mulheres, desde as mais discretas até as mais ousadas, estão apostando neste corte para repaginar o visual.

Segundo a consultora de beleza do centro técnico Ikesaki, Claudia Mata, as tendências de franjas em 2019 estão seguindo os modelos que fizeram sucesso no último ano, mas vale destacar alguns estilos que estão em alta. "Os modelos assimétricos, os retos no estilo vintage, e os clássicos laterais continuam em evidência este ano", afirma a especialista.

Confira abaixo as tendências de franjas 2019:

Celebrating motherhood together with DressLily!



As we know Mother's day is coming soon,it's one of the most beautiful legacies in the world. Mom's love, wisdom, and care touching generation after generation! Celebrating motherhood together with DressLily!
It's my mom!

Mom's deserve the best deals!! Get the cutest styles now with 25% off!!
Use code: MOM25 ➡ http://bit.ly/2H52dHk


- Lace Panel Flounce Family Matching T-shirt
- Contrast Striped Print Pajama Set for Mom Kids
- Mother Daughter Long Sleeve Plaid Dress
- Ruffle Striped Off Shoulder Family Swimsuit




Gostou?  Veja também...

- Dicas de presentes para o Dia das Mães
- Dica para economizar muito em compras na internet
- Outono/Inverno super estiloso na Dresslily

Me acompanhe:
@aninhacarolina no Instagram!
Sereiando no Facebook!

Met Gala 2019 - Gisele Bündchen veste look eco-friendly da Dior


Aconteceu nesta segunda-feira em Nova York, o Met Gala 2019, onde celebridades desfilaram com looks deslumbrantes pelo red carpet, seguindo o tema da noite "Camp: Notes on Fashion". Entre tantos visuais marcantes, como o de Katy Perry que usou um vestido rodeado por um castiçal com lâmpadas em formato de velas e do ator e cantor Jared Late que chocou ao aparecer segurando uma cabeça com o seu próprio rosto, tivemos também Gisele Bündchen que mais uma vez optou por um vestido sustentável. 

A top model brasileira adotou um visual minimalista e mostrou que menos é mais. Com um vestido eco-friendly desenvolvido pela Dior, Gisele escreveu em suas redes sociais que "fashion pode ser lindo e sustentável" e ainda agradeceu Maria Grazia Chiuri que assinou o vestido.

Eu vou viver a minha verdade independentemente se isso vai agradar as pessoas ou não


Tudo começou quando eu decidi que tinha que comprar um canudo ecológico influenciada pelas campanhas na internet, fui me dando conta do lixo que produzia de forma desnecessária e se já existia uma solução sustentável, por que não aderir?

Comecei a procurar pelo tal do canudo de inox, mas o frete era sempre mais caro que o produto e na busca pelo melhor preço fui acompanhando perfis no instagram que davam dicas de como produzir menos lixo e diminuir o impacto ambiental. Finalmente encontrei o tal do canudo sustentável na minha cidade, sem a necessidade de pagar o frete, fiquei feliz e logo fui tomada pela necessidade de fazer mais. Depois de ver muitos posts falando do coletor menstrual, encontrei o meu novo desafio, e então em três meses de adaptação com o coletor eu já tinha economizado muitos absorventes e mais uma vez veio aquela sensação de felicidade.

Pequenas mudanças que resultaram em grandes questionamentos em minha mente. Por que eu tenho tudo isso? Por que consumo tanto? Isso é mesmo necessário? Me vi sufocada na grande quantidade de embalagens plásticas dos cosméticos que uso, só que aprofundando cada vez mais no conhecimento do consumo que causa impactos ambientais, me dei conta que não eram só as embalagens que estavam poluindo o planeta, a composição química dos produtos também estavam.

Choque de realidade!

E então a questão foi, como chegamos a esse ponto?

E outras perguntas vieram, por que uso três shampoos diferentes? Por que montei um cronograma capilar com seis máscaras diferentes? Se esses produtos são para tratar o meu cabelo, por que quando não uso o meu cabelo não fica bonito?

Nenhum dos produtos que eu usava estava tratando de fato o meu cabelo, eles só mascaravam o frizz, o ressecado... e por isso eu era dependente do uso de tantos cosméticos. E quanto mais eu usava, mais lixo eu produzia e sem alcançar o meu principal objetivo, tratar meus cabelos.

No início do mês fui selecionada para novamente fazer parte da equipe de assessoria de imprensa da Hair Brasil, a maior feira de cabelo da América Latina. Lá eu receberia mais cosméticos capilares, maquiagens, sacolas, folders e mais e mais lixos. Tudo para que eu produzisse conteúdo no blog e assim incentivar o consumismo, mas eu não tive força para participar do evento, o meu olhar crítico não me permitiu fazer parte disso.

Não quero ser ingrata a tudo que consegui com o meu blog, por anos ele foi minha única fonte de renda, recebi produtos, roupas, dinheiro e foi tudo perfeito por um longo tempo, só que agora eu mudei e o blog vai mudar também. Esqueça as resenhas de "compre esse produto porque não dá para viver sem ele" e se prepare para "olha que tóxico esse ingrediente que está no rótulo desse shampoo".

Eu vou viver a minha verdade independentemente se isso vai agradar as pessoas ou não, mesmo que isso signifique perder acessos, perder seguidores, perder patrocinadores e parcerias. Eu só quero que minhas atitudes reflitam em um mundo melhor mesmo que a mudança seja pequena.

Gostou?  Veja também...

- Por que evitar cosméticos com ingredientes de origem animal ou que são testados em animais?
- Curso Grátis de Cosméticos Naturais
- Desperte a sua intuição com a Cianita Azul

Me acompanhe:
@aninhacarolina no Instagram!
Sereiando no Facebook!