Receita Caseira de Máscaras Faciais

14/11/2014


Manter o rostinho bonito não é fácil e custa caro. Para driblar o preço de uma pele de pêssego vale a pena apostar em máscaras caseiras. Mesmo sendo uma máscara com concentração baixa de ativos, ela possui um efeito imediato.

Antes de começar a aplicar uma máscara, é importante preparar a pele. Limpar a pele ajuda o produto penetrar melhor, mas para que isso ocorra de modo mais profundo é necessário promover a abertura dos poros. Parece difícil, mas um simples vapor faz isso, é só ferver 2 litros de água, cobrir a cabeça com uma toalha e aproximar o vapor do rosto, o procedimento não deve passar de 5 minutos, e você pode acrescentar folhas naturais, como a camomila, que é calmante, e hortelã, com propriedades antioxidantes. Agora é só escolher qual máscara você quer usar.

Efeito calmante: bata no liquidificador acrescentando água aos poucos: 2 colheres de sopa de gérmen de trigo, que possui poder hidratante, e para promover sensação de frescor e calmante, 50g de hortelã e 1 pepino.

Antioleosidade: misture 4 gotas de tintura de arnica, que tem ação antiséptica, 2 gotas de própolis, que possui poder antibacteriano, e 1 colher de sopa de aveia. Misture tudo até ficar homogêneo, deixe descansar por 5 minutos antes de aplicar na pele, e ao aplicar evite massagear, pois o movimentos estimula as glândulas sebáceas.

Vitalidade: para vitalizar a pele a abóbora é indicada por ser rica em vitamina A, responsável pela regeneração da pele, e ainda estimula a formação de colágeno. Para começar leve ao fogo 100g de abóbora em pedaços com 2 colheres de sopa de mel, deixe ferver por 20 minutos, adicionando água aos poucos. Desligue, tampe e deixe descansar por 15 minutos. Transfira para outro recipiente e acrescente mais 1 colher de sopa de mel.

As máscaras são fáceis de fazer e os resultados são incríveis. Os ingredientes são simples tornando mais prático fazer essas máscaras em casa. Já sabe qual vai testar? Eu uso todas.

Resenha - Polivitamínico Biomulti

09/11/2014
Recebi da Bionatus, parceira do blog, o polivitamínico Biomulti. Um suplemento vitamínico e mineral de vitaminas A, B1, B2, B6, B12, C, D3, E, ácido fólico, ácido patogênico, cobre e zinco em comprimidos. Isso mesmo, tudo isso em um único comprido que ao dia fornece 100% da dose diária recomendada a adultos.



O que são Polivitamínicos?
São pílulas, líquidos ou pós que concentram a dose adequada de vitaminas e minerais essenciais para o uso diário. Assim, aquilo que você não obteve na alimentação pode ser compensado por esse tipo de suplemento. Mas vale ressaltar que eles são indicados para completar a alimentação e não substituí-la. Por exemplo, mulheres que tomam pílula anticoncepcional podem sentir cansaço acima do normal por falta de vitamina B6.

O polivitamínico Biomulti tem como recomendação a ingestão de 1 comprimido por dia. Gestantes, nutrizes e crianças até três anos, somente devem consumir este produto sob orientação de nutricionista ou médico.



Decidi testar o Biomulti porque minhas unhas estavam fracas e quebradiças, além do cabelo danificado com queda. Em uma semana de consumo notei algo que não esperava, me senti mais disposta na academia, tanto nos exercícios aeróbicos, como na musculação. Após um mês percebi que as minhas unhas cresceram fortes e sem quebrar, tirei a foto sem esmalte para provar que não são unhas postiças.



Em relação ao meu cabelo notei que a queda diminuiu, mas como ele estava muito danificado seria necessário mais tempo para notar alguma diferença.

Quem se interessou pelo polivitamínico acesse o site da Bionatus para garantir o seu. Além do Biomulti eles possuem diversos medicamentos fitoterápicos e alimentos funcionais com qualidade.



A Sorteada recebeu o prêmio

07/11/2014
A Maria Oliveira ganhou o sorteio do blog em parceria com a loja TrazPraCa.com e já recebeu o seu prêmio. Com o vale compras de R$60,00 ela escolheu o produto Twilight Ladybug - Joaninha luminosa que projeta um céu estrelado.



Ela adorou o seu prêmio e eu fiquei babando, realmente é uma graça. Vale muito a pena conferir os produtos da TrazPraCa.com, ótima dica pra quem gosta de presentes criativos.

Projeto Verão - Treino Aeróbico

05/11/2014


Quando o assunto é perder peso e afinar a cintura, a primeira coisa que pensamos em fazer é sair correndo como se não houvesse amanhã. De fato, a corrida ou caminhada são mais eficazes para eliminar a gordura abdominal, mas para isso é necessário uma variação de intensidade no mesmo treino. Correr na esteira com velocidade e minutos alternados pelo auxílio de um personal, queima até 400 calorias por hora.



Mas não desanime, não é porque você não tem um personal que o seu Projeto Verão vai acabar por aqui. Monte você mesma o seu treino com essas dicas.

Atenção! A pressa é inimiga da perfeição, isso quer dizer que os resultados não iram aparecer no dia seguinte e nem na próxima semana, mês que vem vai ter um pouco, mas como a diferença é mínima você não irá notar. Então estão todas avisadas, não é porque o resultado não está escancarado que você irá jogar tudo para alto.

Postura: A cabeça deve ficar alinhada com a coluna, mantendo o queixo paralelo ao chão, para evitar dores no pescoço. Coloque os ombros para trás e não deixe com que tensionem a musculatura do pescoço. Os braços devem acompanhar o movimento, de preferência com os cotovelos flexionados a 90 graus, para evitar que as mãos inchem. Contraia bem os músculos do abdômen enquanto caminha, como se levasse o umbigo em direção às costas, além de trabalhar a região, você melhora a postura. Sempre que pisar apoie primeiro o calcanhar no chão e então desenrole o pé. O tamanho da passada não deve ser nem muito longo nem muito curto, para não machucar os ossos da canela.

Saia do sedentarismo: para os sedentários o recomendado iniciar com caminhadas, sem corridas, preferencialmente todos os dias. E não trate a caminhada com desprezo, pois uma hora de caminhada pode gastar até 190 calorias.



Iniciante: a sugestão é fazer 3 minutos em velocidade 5,0 km/h e 1 minuto em 6,5 km/h, repita o processo até completar 15 minutos, três vezes a cada semana.

Treino 1: como no treino anterior, faça 3 minutos em velocidade 5,0 km/h e 1 minuto em 6,5 km/h, mas agora repita o processo até completar 30 minutos, três vezes na semana.

Treino 2: após uma semana aumente um pouco a velocidade, faça 3 minutos em 6 km/h e 1 minuto em 8 km/h.

Treino 3: na semana seguinte continue fazendo 3 minutos em velocidade 6 km/h, e corra 2 minutos em 7 ou 8 km/h.

Treino 4: uma semana depois mantenha o ritmo de 3 minutos em velocidade 6 km/h e corra 3 minutos em 8 km/h.

Depois você pode avaliar o seu desempenho e evolução para alterar a velocidade e o tempo do treino.